Milão – uma linda catedral rodeada por futilidades

Saindo cedinho de Levanto, chegamos em Milão. A estação é enormeee e foi difícil achar o bagageiro, pois as placas são sinalizadas de modo estranho. Deixamos as malas lá e fomos conhecer a cidade. Pegamos o metrô e saltamos na estação do Duomo. Logo na saída é possível avistar a catedral. Lindíssima.

E também a Galeria Vittorio Emanuelle, uma galeria cheia de lojas caríssimas de moda.

Havia fila para o Duomo, afinal, a entrada é gratuita.

Entramos. É realmente menos impressionante por dentro, mas vale a visita, já que é de graça.

De lá, entramos nas galerias Vittorio Emanuelle em busca de um banheiro. Os banheiros na Europa são apenas de duas categorias: os podres e os pagos. Aquele era um banheiro podre. Comecei a andar sem rumo até achar um fast food para poder usar o banheiro, pois os restaurantes são mais frescos, te exigindo a você se sentar e pagar o maldito colperto, uma taxa que você paga só pra se sentar e receber pão velho como consolação.

Seguimos andando em direção ao Teatro Escala. Tiramos fotos na frente

e seguimos para o Castello Sforzesco. Fizemos breve parada na Decathlon, onde compramos uma segunda pele para Luciana, após muita insistência minha de que faria frio dali pra frente. Mais tarde ela viu que eu estava certo.

O Castelo é basicamente uma região murada com torres e no interior não há nada, só passagem e um museu. Não entramos nele.

fomos até o final, onde há uma praça, tendo ao fundo uma réplica do Arco do Triunfo

nesta praça há também uma feirinha

Voltamos para a estação e esperamos o trem para Paris.

A viagem durou 7 horas. Foi cansativa, mas o real problema foi ter comprado pouca coisa para lanchar. Fiquei com uma fome sinistra, pois não havia nada que realmente enchesse. Só carboidrato, maçã e uns biscoitos de água e sal. Perdi meu GPS neste trem, de tanto que mexi na mochila procurando coisas pra comer. Deve ter caído no chão e não percebemos.

Chegamos em Paris às 23h30 mais ou menos, na Gare de Lyon. Houve alguma confusão para nos orientarmos na estação, especialmente para comprarmos bilhetes. A bilheteria já estava fechada e a máquina não aceitava nem o VTM, nem notas. Apenas cartão de crédito e moedas. Não havia moedas suficientes e por sorte meu cartão foi aceito. Outro carinha não teve a mesma sorte e saiu pedindo pros outros, pra poder voltar pra casa. Pra piorar, perdemos muito tempo neste processo e faltava pouco pra estação fechar.

Acabamos resolvendo voltar a pé para o hotel, pois seria confuso pegar o metrô pela primeira vez no meio de tanta confusão, com malas e ainda por cima tendo conexão a fazer. O hotel ficava a cerca de 1km dali. As ruas estavam meio desertas e tudo estava meio sinistro. O medo de ser assaltado foi grande. Saímos em disparada e confiei no meu senso de direção, já que não estava tudo muito sinalizado. Algumas coisas batiam com a referência de nosso mapa. O problema é que quando você sai de uma estação, é difícil se situar em que direção seguir.

Acabamos localizando a rua de nosso hotel, graças ao nosso ponto de referência: o espetacular Mc Donald’s. Este tão difamado fast food salvou nossas vidas várias vezes. Entramos no hotel com a senha fornecida, retiramos o cartão do quarto no cofre e finalmente pudemos dormir.

Anúncios
Esse post foi publicado em 2.6 - Milão. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Milão – uma linda catedral rodeada por futilidades

  1. André disse:

    ae fera!!! achei seu blog lah no mochileiro.com!
    estou planejando minha viagem, e pretendo ficar em milão algumas horas antes de ir pra espanha. pretendo chegar na estacao central as 8h30 e saio pelo Aeroporto Linate as 17h30. entao queria saber quanto tempo vc ficou lah em milão? assim posso mais ou menos ver o que eu consigo ver nesse tempo baseado nos lugares que vc visitou lá. Valeu!!!

    • luademochila disse:

      Fala, André. Dá tempo, sim. Chegamos na estação central às 10h e partimos da mesma estação rumo a Paris às 16h. Ou seja, foram umas 4h-4h30 de passeio. Então você teria +- de 9h até 15h pra aproveitar, já descontado o deslocamento até o aeroporto e check-in, dá pra ver tudo na cidade.

      Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s