Veneza dia 1 – andando pela cidade

Tivemos uma pequena dificuldade de achar o guichê da TAP, pois o aeroporto estava lotado e havia vários guichês. Mas achamos. Como habitual, o vôo atrasou uns 20 minutos, pois os funcionários da TAP chamam as pessoas para formar fila, mas deixam todos em pé muito tempo esperando e quando começam a inspeção, é tudo demorado. O vôo foi tranqüilo, dormimos e nem sentimos quando chegou.

A chegada ao aeroporto de Veneza foi caótica. Tínhamos que pegar os bilhetes do vaporetto pass e Alilaguna, ambos reservados com antecedência. Pedimos informação a um guarda, que falava italiano meio pra dentro, mas deu pra ter uma noção de onde era. No guichê do Vaporetto Pass um funcionário nos recebeu em seu inglês macarrônico e conseguimos resgatar o passe, mas não entendemos bem onde pegaríamos os bilhetes do Alilaguna, o transfer do aeroporto pra ilha Veneza-Lido.

Rodamos pra lá e pra cá várias vezes, até finalmente entendermos que deveríamos percorrer um longo corredor bem afastado do saguão do aeroporto para acharmos a bilheteria. Tudo é mal sinalizado, daí a confusão. Após pegarmos o bilhete e validarmos, mais confusão. Ficamos numa estação lotada de turistas perdidos, sem saber se estávamos no lugar certo. Mas estávamos. Pegamos o barquinho, que por algum motivo foi bemmm devagar.

Chegamos em Lido. A ilha é bonitinha e arrumada.

Fizemos o check-in no hotel sem problemas, o funcionário falava um italiano bem fácil de entender. Estávamos mortos de fome, então comemos no primeiro restaurante que vimos. Comida horrível e cara. Ali descobrimos que os sucos da Europa em geral são artificiais e horríveis. Não tivemos problemas com o atendimento.

Saímos pra conhecer Veneza, pegando o vaporetto pela primeira vez. É agradável andar nele.

Saltamos na Piazza San Marco e começamos a andar. Veneza é muito linda e charmosa. A Piazza San Marco é fantástica, cheia de vida, pessoas deslumbradas e muitos pombos.

Vídeo do início da Praça, com o Palazzo Ducale à direita, à esquerda o Campanário e, em frente, a lindíssima Basílica de San Marco.

Basílica:

Restaurante tocando “Brasileirinho” e uma breve vista da Praça, com seus inúmeros pombos.

Andamos sem rumo pelas ruelas, parando para ver as gôndolas

Tirei fotos de lugares proibidos, como essa igrejinha da foto. Note o símbolo de “proibido fotografar”. Obviamente, tomei um esporro de uma beata.

Luciana sem querer também tirou foto de um lugar proibido, o Museu Vivaldi.

Em cima da Ponte Academia, tiramos uma bela foto:

De lá, sabia que deveríamos pegar a linha 1 ou 2 para voltarmos ao hotel, só não sabia exatamente a direção. Meu mapa estava em preto e branco, de modo que havia uma confusão das linhas. É fortemente recomendado imprimir um mapa colorido. Além do mais, demoramos a entender como funcionava o sistema de identificação das linhas na estação.

Após uma estação, percebi que pegamos o vaporetto na direção errada, na direção em que percorreríamos o Grande Canal. Mas foi um erro muito bem vindo, pois aproveitamos o passeio.

Demos a volta por todo o canal e saltamos novamente na Piazza San Marco, onde pegamos o vaporetto certo para Lido. Com o passe é tudo tranqüilo, pois você pode pegar quantos vaporettos quiser.

Anúncios
Esse post foi publicado em 1.4 - Veneza dia 1. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Veneza dia 1 – andando pela cidade

  1. Ivy disse:

    Depois eu escrevo mai, eu tbém fui ao Lido e concordo com vc, ele é apenas bonitinho. Eu jamais ficaria no Lido, Gosto mesmo da Piazalle Roma, um lugar imbatível pra se ficar. Fiz veneza toda a pé, só ao Lido é que andei de Vaporeto. Depois eu explico melhor.
    bjs

    • luademochila disse:

      Na verdade, apesar disso eu recomendo Lido. Pois a hospedagem é bem mais barata e o lugar é bem calmo e fácil de chegar, desci da estação e já cheguei no hotel. Mas pra quem consegue achar coisa boa e barata em Veneza propriamente dita, deve ser melhor mesmo.

  2. Anderson Barros disse:

    Fala Marcão, blz!? … Ainda não tinha visto o seu blog, apenas acompanhava os seus comentários pelo “mochileiros” …. sensacional o blog, já estou realizando as minhas anotações para a minha nova ida até a Europa e desta vez irei estar na companhia da minha esposa … percebi que vc naum citou os nomes dos hotéis que vcs se hospedaram, se possível me encaminhe um e-mail com os nomes dos hotéis, pois irei fazer um roteiro muito parecido com o teu, só que mais curto!!!! Valew ….

    • luademochila disse:

      Grande Anderson. Vou te passar por e-mail os hotéis em que ficamos. Porém, recomendo que você faça uma nova pesquisa seguindo a dica que indiquei na resposta ao André, na página inicial, veja só:

      http://luademochila.com/

      Pois os hotéis em que ficamos eram boas opções naquela época. Hoje, os preços mudaram e até mesmo as nossas preferências. Vale a pena fazer nova pesquisa e descobrir algo que valha mais a pena.

      Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s